pistonudos.com

BMW 3 Series 2015

Como é habitual na BMW, a série 3 oferece vários designs exteriores, dependendo da linha de acabamento escolhida (normal, Sport Line, M Line ou Luxury Line), o que faz com que o mesmo carro possa transportar diferentes pára-choques, como pode ver nas imagens anexas.

O que é comum a todas as linhas é a estreia de novos clusters de luz frontal. Existem dois tipos de faróis, alguns com Xenon, e outros que são "full LED". Os diodos emissores de luz são os mais atraentes, com uma luz diurna contínua que atrai os dois projectores de cada farol e continua até à grelha, dando ao carro uma personalidade agressiva e desportiva.


Os sinais de volta, tanto na variante "LED completo" como na normal, tornam-se agora uma sobrancelha "que irrita o visual" das 3 Séries. Por outro lado, a BMW actualizou o design dos pára-choques. Os modelos desportivos com acabamentos desportivos têm um aspecto M3 que parece genuinamente bom, com "potência e largura". As variantes de pára-choques mais "convencionais" podem ostentar entradas de ar mais largas e fazer o carro parecer "mais plantado no chão".

À esquerda, o revestimento convencional, à direita o desportivo com "eme" kit aerodinâmico.

Além disso, o radar de controlo de cruzeiro activo foi escondido com sucesso atrás da grelha e já não parece sobressair desnecessariamente. Na parte de trás, os clusters de luz também são renovados na sua tecnologia LED, mas à primeira vista nada parece mudar, para ser honesto. Existem 16 cores à escolha, quatro delas novas: "Mediterranean Blue metallic, Platinum Silver metallic, Jatoba metallic e o Individual Champagne Quartz metallic".


Na cabine, as diferenças também são de detalhe. Mais cromo aparece em torno de certos interruptores. A BMW fala de maior qualidade em materiais e acessórios. Há novas combinações de acabamentos e estofos, e o belo volante "eme" aparece.

O navegador "Profissional" também recebe uma atualização. Agora ele é capaz de aprender rotas mais rapidamente, e caso você tenha uma conexão à internet (fornecida pelo seu smartphone), ele atualiza seus mapas diretamente pela internet, sem que você tenha que fazer nada (nos primeiros três anos ele também o fará de graça).

Quanto aos grupos electrogéneos, a gama de motores é renovada e aparecem dois novos blocos. Por um lado, o 330i recebe uma nova entrada dupla turboalimentada de quatro cilindros a gasolina de injecção directa, que dá 252 cavalos de potência e atinge, com o corpo sedan, um consumo médio de 5,5 litros por 100 quilómetros com a caixa de velocidades automática ZF oito relações.

Acima dele está o 340i, com o motor de seis cilindros de três litros, injeção direta, turboalimentação por turboalimentador de dois cilindros e o resto das invenções da BMW (tiragem e elevação variável das válvulas, por exemplo). Ele fornece 326 cavalos de potência às rodas traseiras, é capaz de lançar o carro a 100 por hora em 5,1 segundos e se contenta com 6,5 litros de combustível por 100 quilômetros com a transmissão automática ZF de oito relações.


A BMW faz menção a dois dados que considera importantes ao nível da eficiência: A 318d Efficients Dynamics consegue manter uma média de emissões de CO2 por quilómetro percorrido de 99 gramas. Isto significa ter um consumo médio de 3,3 litros por 100 quilómetros quando equipado com a caixa de velocidades automática ZF com oito relações, mas sem descuidar do desempenho: É capaz de fazer 0-60 em 7,8 segundos com os seus 163 cavalos de potência.


Por outro lado, faz menção ao 330e, a variante híbrida plug-in da série 3 que chegará em poucos meses ao mercado e terá uma potência total de 252 cavalos com um consumo médio homologado de apenas 2,1 litros por 100 quilômetros.

Vamos lá, em resumo: Notícias para manter em vigor o líder mundial em vendas premium do segmento D, agora que a Classe C começa a "achuchar" com sua nova geração, e a nova geração do Audi A4 está prestes a ser lançada. Hoje, à parte as variantes AMG e M3, as 3 Series continuam a ser a referência dinâmica, por isso nesse sentido, a partir do prisma daqueles que procuram o "condutor" do sedan, é claro que ainda domina. Se melhorar em conteúdo e estética, terá mais a seu favor. Mas isso nos dá que na Europa o A4 pode doer se a Audi souber acertar a tecla certa ao lançar seu novo produto.

A propósito, ainda não temos a lista de preços actualizada para a nova e ... muito extensa gama de 3 Séries, mas continuaremos a procurar no caso de a encontrarmos.

Adicione um comentário a partir de BMW 3 Series 2015
Comentário enviado com sucesso! Vamos revisá-lo nas próximas horas.