Contacto: Renault Talisman Sport Tourer

Depois de ter conduzido o Talism√£ de fam√≠lia, acho que ainda h√° uma chance, e que pode ser um modelo de sucesso. H√° um ano Guille nos deu as primeiras notas que explicam porque o Renault Talisman √© uma op√ß√£o interessante para o segmento D. Em agosto recebemos as primeiras informa√ß√Ķes sobre o Sport Tourer, que agora foi apresentado √† imprensa espanhola e j√° est√° √† venda.

Para começar, o sedan e a propriedade têm muito em comum, para além do óbvio. Há apenas 1 cm de diferença entre os dois, escolher a carroça não significa ter um carro significativamente mais longo, por isso cabem no mesmo espaço de garagem. Embora a propriedade não tenha uma bagageira maior com todos os cinco assentos capazes (até a borda dos assentos), ela oferece mais modularidade, acesso mais fácil e assentos traseiros mais confortáveis com 30mm de altura a mais. Não viajei pelas traseiras, mas vou deixar isso para reflexão: há duas tomadas USB na área traseira para carregar gadgets, um detalhe insignificante, ou não?


Contacto: Renault Talisman Sport Tourer

Aqui podemos ver os diferentes ajustes do tronco. O sedan tem uma capacidade de 572 litros, ou seja, 36 litros a mais do que o carro da fam√≠lia at√© aos bancos ou √† cortina flex√≠vel. A abertura de carga est√° a 571 mm do ch√£o, e h√° 1,12 metros da borda at√© o encosto dos bancos. Se os bancos fossem rebatidos, essa dist√Ęncia aumenta para 2,06 metros e o volume de carga salta para quase 1.700 litros. Aqui √© onde a propriedade ganha por um deslizamento de terra.

A propriedade tem a vantagem de que a porta traseira facilita muito o carregamento, especialmente quando abre eletricamente. Opcionalmente tem um sistema para abri-lo passando um pé por baixo do pára-choques no caso de ter as mãos cheias. Um botão permite limitar a altura, de modo a não bater no telhado de garagens estreitas. Se pressionada por três segundos, uma parada é programada, para que não suba mais que essa altura, a parada normal é de 1,07 metros. Um comentário sobre a cortina: não gosto do mecanismo para movê-la e deixá-la em uma posição fixa.


Existem algumas solu√ß√Ķes nos acess√≥rios para carregar e descarregar sem danificar a bagageira.

As pegas nas laterais da bagageira facilitam a dobragem dos bancos da segunda fila e, se voc√™ quiser um piso de carga completamente plano, a bandeja pode ser ajustada para eliminar o pequeno degrau resultante. Tamb√©m notamos dois ganchos para sacos pequenos, assim como compartimentos nas laterais para aquelas pequenas coisas que est√£o sempre soltos. √Č um pouco dif√≠cil chegar ao fundo do ba√ļ, √© quase como descer para o inferno.

Contacto: Renault Talisman Sport Tourer

No interior n√£o vamos encontrar nenhuma diferen√ßa com o sedan, insisto, para al√©m do √≥bvio. N√£o conduzi o sedan, mas acho que n√£o vais encontrar diferen√ßas not√°veis no passeio. Os dois carros t√™m a mesma dist√Ęncia entre eixos, a diferen√ßa de peso √© m√≠nima, a nuan√ßa est√° na aerodin√Ęmica; o sedan √© mais limpo, corre mais e gasta um pouco menos. Ousaria dizer que um condutor m√©dio n√£o notaria a diferen√ßa de sensa√ß√£o, se um profissional pode ter dificuldade em encontr√°-la.

Portanto, a maioria dos comentários abaixo são também aplicáveis ao Talismã de quatro portas. Estou habituado a mudar de carro como uma camisa, e normalmente tenho facilidade em encontrar coisas por simples deformação profissional. Isso não me aconteceu com o Talismã, eu me senti um pouco mais perdido nos primeiros minutos, parecia menos intuitivo.

O ajuste do volante não é eléctrico, o mecanismo de ajuste precisa de ser mais aperfeiçoado.

Por exemplo, os bot√Ķes que activam o regulador/limitador de velocidade est√£o praticamente na abertura do cap√ī central, e devem ser activados em movimento. O bot√£o que ativa os diferentes modos do sistema Multisense (que muda diferentes aspectos do carro) est√° em um lugar √≥bvio apenas se voc√™ j√° tiver olhado anteriormente. O bot√£o selector, semelhante ao do Mazda6, mal me apeteceu tocar, acabei por me contentar com o ecr√£ t√°ctil do sistema R-Link 2. Por baixo do bot√£o est√° um compartimento de bebidas refrigerado que pode passar despercebido.


Ambos os carros que dirigi eram da mais alta especifica√ß√£o, Initiale Paris, o que equivale √†s vers√Ķes mais luxuosas do Vignale do Mondeo. Apesar de o carro estar cheio de detalhes legais, o pre√ßo est√° longe de ser exorbitante. O gas√≥leo de 160 cv come√ßa em 41.000 euros (0% RT) e a gasolina de 200 cv em 43.000 euros (4,75% RT), sendo que em ambos os casos a transmiss√£o autom√°tica √© de s√©rie. Se retirarmos a diferen√ßa no imposto de registo, devido ao CO2, o pre√ßo √† sa√≠da ser√° quase o mesmo. Num pr√©mio alem√£o, o dinheiro ser√° muito menos.

O diesel de 110 cv em revestimento b√°sico come√ßa em 25.400 euros, sem pequenas impress√Ķes.

Um dos destaques do carro √© o sistema Multisense, que afeta o comportamento da transmiss√£o autom√°tica, a suspens√£o pilotada, o som do motor (artificial), a massagem el√©trica do assento, a cor da ilumina√ß√£o e o design dos mostradores, o comportamento da dire√ß√£o nas quatro rodas (4Control), o climatiza√ß√£o, etc. O sistema 4Control torna o carro mais √°gil nas curvas e mais est√°vel na auto-estrada. E isso? Estamos a falar de um encurtamento ou alargamento da dist√Ęncia entre eixos, e isso tem as suas consequ√™ncias. Os pr√©mios alem√£es n√£o t√™m esse n√≠vel de personaliza√ß√£o, quanto mais com o toque de um dedo no ecr√£.

N√£o √© s√≥ que existem v√°rios modos (Individual, Eco, Desportivo, Conforto e Neutro), √© que podem ser feitas configura√ß√Ķes pessoais para seis condutores. Assim, as diferentes nuances mudam a experi√™ncia de condu√ß√£o de uma forma que √© mais satisfat√≥ria para a pessoa ao volante, dependendo do seu estado de esp√≠rito ou da estrada em que est√° a conduzir. Tanto quanto sei, √© o √ļnico carro no segmento D que tem esse n√≠vel de personaliza√ß√£o. No geral estamos a falar de um carro muito bom, a Renault diz que foi constru√≠do para durar - com conselhos dos seus parceiros Daimler - e vamos ver isso depois de alguns anos.


Contacto: Renault Talisman Sport Tourer

Gasolina versus gasóleo

Primeiro conduzi a 160bhp 1.6 dCi, que tem turboalimenta√ß√£o sequencial dupla. Em ingl√™s, um turbo de baixa in√©rcia impulsiona o motor em baixas rota√ß√Ķes e um turbo de maior fluxo empurra o motor em altas rota√ß√Ķes. O motor est√° cheio de pot√™ncia ao longo do tac√īmetro sem brusquid√£o, com um n√≠vel de refinamento digno de um V6 de alguns anos atr√°s, devido ao qu√£o isolado ele √©. At√© uma cabe√ßa de gasolina ser√° capaz de respeit√°-la.

Vai de 80 a 120 km/h em 8,7 segundos.

As diferen√ßas de ru√≠do em rela√ß√£o √† gasolina s√£o percept√≠veis especialmente quando se acelera muito, caso contr√°rio, eu diria que quase empatadas. Curiosamente, eles tamb√©m est√£o muito pr√≥ximos no consumo, pois dirigindo em condi√ß√Ķes n√£o muito semelhantes a gasolina gastou apenas 1 l/100 km a mais. Em teoria o TCe de 150 cv 1,6 √© como o de 200 cv, mas com uma afina√ß√£o. Os dois TCe's devem ter um desempenho muito semelhante. O menor 1.6 TCe, que √© turboalimentado, fornece pot√™ncia sensivelmente menos linear do que um 2.0, por exemplo.

O diesel de 160 cv √© um motor muito bom em v√°rios aspectos. Recebe 4,5 l/100 km, mesmo como um carro autom√°tico e de propriedade, por isso n√£o paga imposto de registo. Na realidade, obviamente, n√£o gasta t√£o pouco, podemos adicionar mais alguns litros com um uso um pouco mais exigente, ou um litro mais em condi√ß√Ķes mais favor√°veis. O diesel de 110 cv √© avaliado em 3,7 l/100 km, um pouco mais e dizem-nos que tem um consumo negativo e que o diesel √© regenerado magicamente no tanque...

Contacto: Renault Talisman Sport Tourer

Quanto √† gasolina de 200 cv, gosto dela no sentido em que tem uma sede muito razo√°vel, e tem recupera√ß√Ķes muito boas: apenas 6,2 segundos de 80 a 120 km/h com este corpo, e 5,9 segundos para o sedan. Rouba a carteira nesta medida do TCe de 150 cv em quase dois segundos! Tamb√©m cai 30 segundos de 0 a 1.000 metros, o que √© um bom n√ļmero. Acelerando at√© 100 km/h (62 mph) leva menos de 8 segundos, o diesel precisa de um segundo e meio a mais. Se compararmos o diesel de 160 cv e a gasolina de 150 cv, a diferen√ßa no desempenho √© muito pequena.

Conduzi, como o meu parceiro de testes, principalmente na auto-estrada A-8 nas Ast√ļrias, com declives constantes e muitos radares. A um ritmo mais descontra√≠do e fazendo pouco uso da pot√™ncia, obtivemos 7,6 l/100 km, com uma pontua√ß√£o de condu√ß√£o eficiente de 59/100. Com mais pot√™ncia e a um ritmo superior ao da maioria das pessoas, o consumo de combust√≠vel foi de 8,3 l/100 km, com uma efici√™ncia de condu√ß√£o de 51/100. N√£o parece ser muito sens√≠vel ao uso.

Ambos os TCe's estão classificados em 5,8 l/100 km, o que é muito pouco para um carro desta classe.

Tenha em mente que o TCe tem uma transmissão automática de sete velocidades, os diesels têm uma automática de seis velocidades, pelo que o TCe tem uma relação de transmissão mais favorável. Ambos os motores são bem utilizados de qualquer forma. Acho mais notável a relação desempenho/consumo do TCe. Confirma uma das minhas teorias: quanto mais satisfatório é um motor a gasolina em refinamento, mais ele consome.

Contacto: Renault Talisman Sport Tourer

Viajar neste carro √© uma experi√™ncia semelhante √† de ir a um spa, mas com mais roupa e sem tantos aromas ex√≥ticos. √Č um carro para fazer quil√≥metros a toda a velocidade, no modo conforto sente-se como o chefe faquin, enquanto os bancos d√£o uma massagem, a suspens√£o isola o que pode do asfalto (faz o que pode com a horr√≠vel grelha da A-8) e os t√≠mpanos est√©reo isolam os nossos t√≠mpanos. Curiosamente, e n√£o importa em que modo voc√™ dirige, a sensa√ß√£o da dire√ß√£o do diesel parecia diferente da da gasolina, como se fosse mais dif√≠cil.

N√£o disp√Ķe de mudan√ßas de p√°s para caixas de velocidades semi-autom√°ticas por decis√£o comercial, mas tem essa fun√ß√£o na alavanca, com um toque pouco convincente.

A prop√≥sito, o sistema de √°udio assinado pela BOSE com 13 altifalantes √© muito bom, n√£o s√≥ pela qualidade e pureza do som, mas tamb√©m porque n√£o se nota nenhuma vibra√ß√£o parasita no carro, mesmo que se aumente muito o volume e os sons FM m√°ximos. Nesse sentido, achei claramente superior ao Ford Mondeo Vignale, ou sedans mais simples em pretens√Ķes como Toyota Avensis. A Paris Inici√°tica tem um toque snobe que n√£o deve ser perdido de vista. Deve-se dizer tamb√©m que os auxiliares de condu√ß√£o s√£o um ponto atr√°s: n√£o corrige a direc√ß√£o se vamos sair da faixa e n√£o avisa bem do perigo de conduzir perto dos outros. Pelo menos avisa - e muito bem, a prop√≥sito - da presen√ßa de radares atrav√©s do sistema Coyote. Na A-8, isto √© uma d√°diva de Deus.

O carro é muito bem isolado em todos os sentidos, na verdade o topo da gama tem vidros duplos laminados e isolam muito do ruído do mundo. O ar condicionado também faz muito, tanto quente como frio, a ventilação dos bancos é algo que antes só estava no segmento E / F e no verão a diferença é abismal. A sério, este carro tem de ser testado para se poder falar sobre ele de forma justa. O design faz jus ao que está dentro da concha.

Contacto: Renault Talisman Sport Tourer

Agora, o que podemos esperar na vida comercial deste modelo? Não há mais motores potentes, nada acima de 200 cv foi planejado, e também não virá a versão híbrida a diesel, porque os motores têm pouca homologação. Estou curioso que os motores dCi não usem redução catalítica selectiva (SCR), por isso duvido das suas credenciais ambientais em uso real, a Euro 6 é cumprida no laboratório conforme necessário, e fora, e depois?

O topo da gama é todo automático (EDC), os manuais são reservados para os diesels de 110 e 130 hp.

Quanto ao impacto que o Koleos SUV poder√° ter no pr√≥ximo ano num segmento cl√°ssico como este, os patr√Ķes da Renault dizem que "n√£o t√™m uma bola de cristal". Pode ser que os Koleos canibalizem as vendas, ou que tudo fique como estava. No final das contas, nos √ļltimos anos, a clientela da fam√≠lia D √© muito est√°vel no nosso pa√≠s, e a n√≠vel europeu s√£o vendidos mais carros familiares do que sedans. Acho que os Koleos tamb√©m n√£o t√™m um n√≠vel de refinamento como o Talism√£, mas talvez eu esteja apenas a dividir os cabelos?

Quem vamos ver a conduzir um Talismã? Serão principalmente homens com mais de um filho, e um nível sócio-económico médio/alto, que tenham mais do que um carro na sua unidade familiar. Cerca de um quarto do segmento D corresponde a este tipo de carroçaria (33% na Europa, em média), em Espanha estamos a falar de 75.000 carros por ano. Se você encontrar um Talismã à noite, você vai identificá-lo rapidamente pelas suas luzes. Pede um desejo quando o passares, pode trazer-te boa sorte, eu posso atestar isso.

Adicione um coment√°rio do Contacto: Renault Talisman Sport Tourer
Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.