ANCAP mostra como um novo Toyota Auris e um Corolla '98 colidem

    ANCAP mostra como um novo Toyota Auris e um Corolla '98 colidem

    √Č uma colis√£o frontal a 64 km/h, que simula o t√≠pico acidente frontal em que dois carros indo em dire√ß√Ķes opostas quase conseguem evitar um ao outro e desaceleram o suficiente antes de colidir. O resultado √© bastante claro, os Auris saem muito melhor do que o Corolla; de um o motorista sairia vivo, do outro muito provavelmente n√£o. N√£o estamos falando de um carro compacto do terceiro mundo, nem de um feito para pa√≠ses onde a vida dos ocupantes n√£o tem valor aparente.


    A diferença de desempenho entre os dois carros pode ser explicada por alguns fatores que não são tão óbvios. Por um lado, a tecnologia e a engenharia melhoraram substancialmente nos quase 20 anos desde que os dois modelos foram lançados, considerando que o Auris atual data de 2012 e aquela geração do Corolla estreou em 1995. Um fator é crítico para o desempenho das estruturas de deformação programada: a qualidade do aço.

    √Ä medida que a ind√ļstria metal√ļrgica avan√ßa, as especifica√ß√Ķes do a√ßo est√£o melhorando. Nos √ļltimos anos, muitos modelos t√™m utilizado especifica√ß√Ķes de ultra alta resist√™ncia, que s√£o muito mais robustas, reduzindo o peso e aumentando o espa√ßo dispon√≠vel para o compartimento de passageiros. Se o material for mais forte, menos dele √© usado e n√£o h√° necessidade de utilizar tanto espa√ßo com estruturas de deforma√ß√£o programadas.

    Se olharmos para os resultados do EuroNCAP de 1998, a mesma gera√ß√£o do Corolla marcou tr√™s estrelas. Segundo a ANCAP, o velho Corolla recebe um 0 (0,4/16), mas n√£o s√£o equivalentes porque as condi√ß√Ķes foram apertadas! Basta olhar para a diferen√ßa, no teste europeu, na altura o telhado mal dobrava, mas no teste australiano moderno a estrutura rebentou e desabou, √© por isso que o boneco sai um naufr√°gio. Descartando o efeito de expira√ß√£o no corpo, que √© um carro e n√£o um iogurte, fica claro que a colis√£o simulada n√£o √© exactamente a mesma (carro para carro e carro para barreira). Segunda opini√£o? H√° um v√≠deo do IIHS que testou essa gera√ß√£o (o corpo √© um sedan) e tamb√©m n√£o mostra muito dano ao Corolla E110.


    Eu teria gostado de ver o resultado do velho Corolla contra o velho Corolla, possivelmente a estrutura teria resistido melhor. No final das contas, o novo Auris é muito mais forte estruturalmente falando, por isso o stress da deformação foi comido em maior grau pelo carro mais macio. Por outro lado, e para não ser ignorado, o moderno Auris é um carro um pouco mais pesado, transporta mais equipamento, cresceu, etc.

    N√£o h√° muito tempo atr√°s o EuroNCAP tamb√©m testou um carro mais antigo, um Austin Metro, contra um moderno, um Honda Jazz. Claro, o velho carro ingl√™s esguicha como manteiga, mas talvez n√£o tenha sido o melhor exemplo: aquele carro tinha sido concebido muito antes, mais como nos anos 80, porque os brit√Ęnicos estavam a prolongar escandalosamente a vida comercial dos seus moderlos. Teria um Metro sido o mesmo contra um Metro? Eu duvido. De qualquer forma, a seguran√ßa passiva daquele carro foi lament√°vel, a EuroNCAP foi a gota d'√°gua final e logo depois deixou de ser vendido.

    √Č √≥bvio que o modelo atual √© mais seguro do que o antigo, ele teria rolamentos se fosse ao contr√°rio. No entanto, acho que √© preciso distinguir entre colidir com um modelo de tecnologia de constru√ß√£o equivalente e outro que seja muito mais forte e pesado (ou simplesmente mais forte). Para efeitos pr√°ticos, isto n√£o √© vital - afinal, nem sempre se pode escolher o ano de matr√≠cula do carro em que se vai bater. No entanto, n√£o devemos causar alarme social com a quest√£o dos carros mais velhos, eles s√£o mais perigosos, mas n√£o t√£o perigosos, voc√™ tamb√©m tem que considerar quantos quil√īmetros eles fazem, em que tipo de estradas, em que condi√ß√£o mec√Ęnica, etc.


    Fora da matemática, não é tão fácil encontrar verdades absolutas.

    Adicione um coment√°rio do ANCAP mostra como um novo Toyota Auris e um Corolla '98 colidem
    Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.

    End of content

    No more pages to load