pistonudos.com

Volkswagen Phideon, novo sedan de luxo para a China

De onde vem o nome Phideon? O seu nome é uma palavra artificial que é sinônimo de elegância e confiabilidade. Foneticamente e simbolicamente deriva do termo "Fides", o nome da deusa romana da fidelidade. Não esperes vê-lo na Europa.

Será comercializado na China no terceiro trimestre de 2016.

O Phideon é o primeiro modelo da Volkswagen a adotar a nova plataforma modular longitudinal MLB, que mais tarde será incorporada aos novos sedans do grupo. Sabendo que o mercado chinês é dominado por motores a gasolina, a Volkswagen não está correndo riscos e equipará seu novo sedan apenas com motores TSI.


A gama de acesso contará com a tracção de quatro cilindros e tracção às rodas dianteiras 2.0 TSI. O topo da gama equipará o bloco V6 turbo 3.0 de 300 cv e 440 Nm de binário máximo, e terá 4Motion de tracção integral de série. Além dessas versões, uma versão híbrida plug-in está planejada para o futuro, mas não haverá TDI.

Design em um piscar de olhos

Com 5,05 metros de comprimento, 1,87 metros de largura e 1,48 metros de altura, este é um grande saloon. Com pequenas saliências, possui uma distância entre eixos de mais de três metros, o que significa muito espaço no interior, especialmente na traseira. Para o mercado chinês esta característica é muito importante, na verdade sedans alongados são comuns.

Nos lados há uma linha de duplo carácter composta por duas linhas individuais, que vão desde o pára-lamas frontal até à tampa do tronco. Para acentuar o seu dinamismo, os grandes arcos das rodas são levantados para cima, chegando até às profundezas da carroçaria. Destacam-se também o capot longo e os faróis LED integrados na grelha, formando um ADN que, segundo a marca, voltará a caracterizar outros sedans premium da marca. Faz muito lembrar o elegante Volkswagen C Coupé GTE, do qual também herda o desenho das suas rodas.


No interior, é muito espaçoso e pode acomodar confortavelmente até cinco ocupantes. Os bancos, tanto dianteiros como traseiros, podem ser ajustados eletricamente em diferentes posições, com a possibilidade de ajustar individualmente os parafusos laterais. Também apresentam aquecimento/ventilação e uma função de massagem. Para criar um melhor ambiente a bordo, o Phideon oferece iluminação ambiente com uma escolha de três cores.

Não falta tecnologia

A viagem deve ser o mais confortável possível, por isso a Volkswagen decidiu equipar o Phideon com suspensão pneumática, que usou pela primeira vez no Phaeton. Para contribuir para um melhor ambiente de luxo também tem um sistema elétrico que fecha as portas suavemente chamado Soft Close, já visto nos modelos Audi.

No campo da informação de condução inclui detalhes como um visor de cabeça para cima, um sistema de visão nocturna e o sistema Area View, baseado em quatro câmaras de ângulo largo para lidar com a vista panorâmica. Em termos de sistemas de assistência, alguns já são conhecidos no resto do grupo como ACC (Active Cruise Control), Front Assist (câmara frontal), Park Assist (assistência de estacionamento), Lane Assist (assistência na faixa de rodagem) ou Light Assist (assistente de feixe alto).


A Volkswagen também não esquece a conectividade, e existe a possibilidade de integrar no sistema de infoentretenimento as funções de qualquer smartphone Android e iOs, através do MirrorLink e CarPlay, respectivamente. Todas estas características já estão disponíveis em vários modelos Volkswagen à venda, mas muitas delas são novas para os clientes Phaeton.

Adicione um comentário a partir de Volkswagen Phideon, novo sedan de luxo para a China
Comentário enviado com sucesso! Vamos revisá-lo nas próximas horas.