Dodge Challenger GT AWD

    E para isso, melhor do que pedir emprestado de seu "irm√£o" o sistema de tra√ß√£o nas quatro rodas Dodge Charger AWD, usando a mesma caixa de transfer√™ncia inteligente de torque sob demanda da BorgWarner. Em condi√ß√Ķes normais, ele envia 100% do torque para o eixo traseiro, comportando-se como um carro p√īnei tradicional. No entanto, quando detecta condi√ß√Ķes de baixa ader√™ncia, o eixo dianteiro pode receber entre 0% e 50% no m√°ximo, dependendo do n√≠vel de deslizamento. Desta forma, mant√©m esse comportamento desportivo caracter√≠stico com a vantagem da trac√ß√£o integral, sem aumentar em demasia o consumo de combust√≠vel. Aqui est√° um v√≠deo para ver como funciona:


    A primeira coisa que pensei ao ler o an√ļncio deste modelo, foi que a decis√£o de Dodge foi muito inteligente se aplicada ao SRT Hellcat, para poder enviar de uma forma melhor distribu√≠da os seus 707 cv, pois √© demasiada pot√™ncia para ser digerida por um √ļnico eixo se n√£o se for condutor, e assim facilitar a domestica√ß√£o do p√≥nei para o resto dos condutores; mas n√£o foi assim. Receio que a caixa de transfer√™ncia n√£o aguente esse tipo de torque. Em qualquer caso, o motor escolhido por Dodge √© o V6 de 3,6 litros, que oferece 305 cv e 282 Nm, nada exagerado para o mercado americano, embora deste lado da lagoa seja uma pot√™ncia mais do que respeit√°vel. O consumo homologado √© de 13 l/100 km na cidade e 8,7 l/100 km na rodovia, algo razo√°vel dada a pot√™ncia do motor.

    Quanto ao equipamento, al√©m dos detalhes espec√≠ficos desta vers√£o como os bancos em couro-alcantara ou o sistema de som alpino de 276 watts de pot√™ncia, traz p√°s no volante, modo desportivo e um VDC (Controlo Din√Ęmico do Ve√≠culo) que colabora com o ESC (Controlo Electr√≥nico de Estabilidade) para maximizar a trac√ß√£o e a estabilidade em superf√≠cies escorregadias. Este √ļltimo tem tr√™s modos de opera√ß√£o, um dos quais o desliga completamente, para os entusiastas √† deriva.


    Dodge Challenger GT AWD

    A produ√ß√£o desta vers√£o ter√° in√≠cio em Janeiro de 2017, sendo durante o primeiro trimestre do ano em que se espera chegar aos concession√°rios a um pre√ßo de 34.490 d√≥lares, 32.667 euros √† taxa de c√Ęmbio (impostos, taxas... √† parte). Se voc√™ gostou e o pre√ßo lhe serve, temos algumas m√°s not√≠cias: Dodge s√≥ vai comercializ√°-lo no continente americano. Dentro dessa faixa de pre√ßo, n√£o h√° carro esportivo com tra√ß√£o nas quatro rodas, ent√£o ele pode abrir uma lacuna no mercado americano, embora se incluirmos as 4 / 5 portas, a competi√ß√£o √© bastante nutrida:

    • Subaru Legacy, Outback e WRX.
    • Volkswagen Golf Alltrack
    • Ford Fusion SE AWD
    • Dodge Charger AWD
    • Chrysler 200 S AWD

    Vendo a concorrência com tracção integral, não parece uma jogada muito louca da Dodge, especialmente quando já tem a tecnologia do seu irmão, o Carregador, que também pode tirar partido das economias de escala para oferecer preços acessíveis. Temos de ver como é recebido no mercado quando chega aos concessionários. Entretanto, vamos continuar à espera para ver se Dodge é encorajado e nos encanta com um SRT Hellcat com tração nas quatro rodas.


    Dodge Challenger GT AWD

    itens relacionados


    https://www.pistonudos.com/pt/abrindo-o-porta-malas-com-bateria-descarregada-os-truques-e-solucoes-mais-eficazes|Abrindo o porta-malas com bateria descarregada: os truques e solu√ß√Ķes mais eficazes

    Adicione um coment√°rio do Dodge Challenger GT AWD
    Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.

    End of content

    No more pages to load