pistonudos.com

O novo híbrido diesel Renault Mégane deverá ser lançado em 2017

Segundo a publicação La Tribuna de Automoción, que reuniu fontes do setor, o fabricante francês encomendou ao centro de trabalho de Valladolid a montagem das baterias que supostamente seriam instaladas na versão híbrido-diesel do novo Mégane. De acordo com esta mídia indica que esta versão estaria disponível no início de 2017.

Esta designação é dada para aumentar a carga de trabalho do navio que actualmente apenas efectua a montagem do Renault Twizy. Parece que já foram realizados vários testes nas instalações do Twizy e algumas unidades já foram montadas em modo conceito. Está prevista uma montagem anual de 30.000 baterias nestas instalações, nas versões híbridas do novo Mégane.


O novo híbrido diesel Renault Mégane Mégane consome menos de 3 litros de combustível.

O sistema de baterias montado na fábrica do Twizy seria transferido para Palencia, onde seria finalmente instalado no novo Mégane. Esta versão teria um motor diesel de combustão interna, o conhecido 1.5 dCi de 110 cv que coincidentemente é fabricado na unidade de motor de Valladolid. Esta mecânica é uma das mais conhecidas e utilizadas atualmente pela marca do diamante e também é escolhida por outros fabricantes para montá-lo em seus veículos, como é o caso da Mercedes-Benz.

Este motor diesel seria combinado com um motor eléctrico alimentado por uma bateria de 48 V que seria carregada pelo próprio motor de combustão interna e recuperaria a energia cinética ao parar e travar, convertendo esta energia cinética em electricidade.

Supostamente esta versão emitiria apenas 76 gramas de CO2 por quilômetro, e teria um consumo médio de combustível de 2,9 litros no ciclo NEDC.




Adicione um comentário a partir de O novo híbrido diesel Renault Mégane deverá ser lançado em 2017
Comentário enviado com sucesso! Vamos revisá-lo nas próximas horas.