pistonudos.com

E-Pace - O novo SUV compacto da Jaguar

O E-Pace tem dimensões menores que o F-Pace, com 4,39 m de comprimento, 1,98 m de largura e 1,65 m de altura. O baú tem uma capacidade de 550 litros. Portanto, é chamado a competir com modelos premium como o Audi Q3, BMW X1 ou Range Rover Evoque, veículos que têm sido muito bem recebidos pelo público. O E-Pace joga com o trunfo de um desenho desportivo, semelhante ao seu irmão mais velho, o F-Pace. Visualmente, é muito compacto.

A gama de motores será composta por três motores diesel com potências de 150, 180 e 240 cv e dois motores a gasolina com 249 e 300 cv. A tracção pode ser frontal ou em todas as rodas e a caixa de velocidades é um conversor de binário manual ou automático de seis velocidades com nove relações de origem ZF.


O sistema de suspensão adaptativa, a que a Jaguar chama Adaptive Dynamics, avalia os movimentos do veículo a cada 2 milissegundos e calcula a força de amortecimento necessária a cada 10 ms, de modo a obter uma adaptação contínua da suspensão. Este sistema faz parte do Jaguar Drive Control, que nos permite ajustar vários parâmetros do veículo, para além da direcção. Tem quatro modos de funcionamento: Normal, Dinâmico, ECO e Chuva, Gelo e Neve, este último optimizado para condução em situações de baixa aderência.

Outro dos sistemas que equipam é um controle seletivo de torque que, atuando sobre os freios, simula a ação de um diferencial de auto-travamento. Estes sistemas fazem parte do equipamento opcional e um sistema de amortecimento de rigidez fixa é instalado como padrão.

O chassi é feito de aço de alta resistência, alumínio e materiais compostos leves, alcançando um coeficiente de rigidez de torção bastante elevado. O peso máximo de reboque - para reboques travados - é de 1.800 kg, o sistema de reboque não está disponível nas versões de tracção às duas rodas. A plataforma é derivada da utilizada no Land Rover Discovery Sport e partilha muitas partes com o Range Rover Evoque.


Dependendo do motor, existem dois sistemas de tracção integral. Para as versões menos potentes - as de 150 e 180 diesel e gasolina de 249 cv - temos um sistema do mesmo tipo da concorrência, que é capaz de enviar quase 100% do torque para o eixo traseiro quando perde a aderência na frente. Para o resto das versões ele equipa o mesmo sistema que a Land Rover utiliza no Evoque. Chama-se Active Driveline e tem um diferencial traseiro cujas embreagens são banhadas em óleo.

As versões com transmissão automática podem adicionar um controle adicional, chamado All Surface Progress Control (ASPC), que otimiza o movimento em superfícies de baixa aderência e mantém uma velocidade constante ao dirigir em declives íngremes. Este sistema tem um modo de operação projetado para iniciar em superfícies escorregadias chamado Low Friction Launch.

Tal como a F-Pace, pode transportar a chave de actividade, uma bracelete resistente aos choques e à humidade concebida para a usar quando realizamos uma actividade em que transportar a chave do carro é desconfortável. Com este sistema podemos abrir e fechar o veículo simplesmente passando a bracelete sobre a placa traseira.

Um novo sistema de exibição da cabeça do Transistor de Película Fina (HUD), que segundo a Jaguar, permite projectar 66% mais informação no pára-brisas. Um cluster de instrumentos digitais com uma tela TFT de 12,3 polegadas também está disponível. O sistema Touch Pro infotainment monta uma tela de 10 polegadas cuja tela é capacitiva - como a de um telefone celular ou tablet - para permitir movimentos mais rápidos e suaves.


Está equipado com vários elementos de segurança e assistência à condução, tais como o detector de peões e obstáculos com travagem de emergência, o detector de tráfego cruzado e o airbag de peões, que é a primeira vez que é instalado num modelo da marca britânica.

No primeiro ano de comercialização deste modelo, a marca oferecerá uma versão especial denominada Primeira Edição para o motor diesel de 180 cv e gasolina de 240 cv combinada com a caixa de velocidades automática. Esta versão inclui o pacote R-Dynamic SE, rodas de liga leve de 20 polegadas em cinza acetinado com raios duplos e polimento espelhado, couro Windsor em Ebony. Está disponível em três cores exteriores: Yulong White, Santoriny Black e Caldera Red, esta última é exclusiva para esta versão.


O início da produção deste modelo está previsto para o final deste ano e as primeiras unidades serão entregues no início de 2018, embora as encomendas já estejam a ser aceites. O seu preço inicial será de 37.450 euros para a versão diesel de 150 cv com tração dianteira e transmissão manual. Um BMW X1 equivalente tem um preço ligeiramente mais baixo - cerca de 35.000 euros - e a versão correspondente do Q3 começa a partir de 31.195 euros, um preço muito mais baixo. O Mercedes-Benz GLA 200 d começa em 33.650 euros. Os três rivais mencionados são mais baratos do que o Jaguar e podem ser ainda mais baratos, uma vez que oferecem versões menos potentes. O mais próximo é o seu primo, o Range Rover Evoque, que custa 36.250 euros na sua versão de acesso.



Adicione um comentário a partir de E-Pace - O novo SUV compacto da Jaguar
Comentário enviado com sucesso! Vamos revisá-lo nas próximas horas.