E quanto ao SEAT Ateca 2.0 TDI 4×2?

A SEAT comunicou inicialmente que a procura deste modelo não poderia ser satisfeita, o que é completamente absurdo, dada a produção de motores 2.0 TDI do Grupo Volkswagen. A razão na realidade é que esta versão não pôde ser homologada, possivelmente porque não cumpre os requisitos de emissões da norma Euro 6. Isto levou a uma situação sem precedentes no SEAT: um modelo que estava nas listas de preços é retirado do mercado, antes de ser vendido. Você pode ler mais detalhes sobre a controvérsia no blog de Javier Moltó (km77), Teletransporte.


Os clientes que escolherem um Ateca 2.0 TDI 4×2 com caixa de velocidades manual receberão, sem pagar mais, a versão 4×4 com o mesmo motor. Para além da tracção integral, são adicionados o sistema de modos de condução personalizados (SEAT Driver Profile) e o assistente de descida controlada. Aqueles que optaram por um Ateca 2.0 TDI DSG 4×2 receberão mais 40 cv, e também tração nas quatro rodas; nada mal, pois poupam cerca de 6.000 euros para o troco.

Porque foi anunciado para venda um modelo que ainda não tinha sido homologado? A SEAT não é o primeiro nem o último fabricante a fazê-lo, por vezes os comunicados de imprensa têm números provisórios sem ainda ter conseguido a homologação. Tenho a suspeita de que sem adicionar a redução catalítica selectiva (SCR) o Ateca de 150bhp de tração dianteira não cumpre a norma Euro 6 mesmo no laboratório (80 mg/km de NOx), ou que exceda os 120 g/km de CO2 necessários para estar isento do imposto de registo.

Embora a gestão mediática do assunto seja - pelo menos - um pouco questionável por parte da marca, a atenção aos clientes que iam ficar sem carro é adequada. Pelo mesmo preço recebem um carro mais equipado com tração nas quatro rodas, o que só que o extra aumenta o preço em utilitários esportivos cerca de 3.000 euros para cima. Há inconvenientes em contrapartida, tais como uma redução no espaço do tronco e um ligeiro aumento no consumo.


De acordo com a Autofácil, os clientes afetados são menos de mil.

Pistonudos não assistiu à apresentação do SEAT Ateca, mas conduzimos o Volkswagen Tiguan com esse motor e tracção integral, que é o mesmo mas com um traje diferente. Se o Tiguan pudesse ser homologado como um 2.0 TDI 150 4×2, usando SCR/AdBlue, não consigo pensar numa razão técnica para que um primo com o mesmo motor, a mesma plataforma e um desenho de carroçaria muito semelhante não pudesse ser homologado. Outra opção para não excluir é que alguém tenha decidido na Alemanha que o Ateca 2.0 TDI 4×2 não irá competir com o Tiguan 2.0 TDI 4×2.




Adicione um comentário a partir de E quanto ao SEAT Ateca 2.0 TDI 4×2?
Comentário enviado com sucesso! Vamos revisá-lo nas próximas horas.