close
    search Buscar

    Patente do Range Rover Evoque recusada na China

    Quem sou
    Pablo Mayo Sanz
    @pablomayosanz

    Comentários sobre o item:

    aviso de conteúdo


    Como não poderia ser de outra forma, a Land Rover processou a LandWind por fazer um uso tão flagrante do seu design. As autoridades competentes, numa decisão tão absurda como a Solomonic, negaram a patente do desenho ao original, bem como à cópia. A razão? O desenho já tinha sido visto antes, por isso não pode ser patenteado. Claro, o Evoque está à venda desde 2010, mas fora da China.

    Pelo menos a LandWind não tem uma patente, isso é alguma coisa.

    O fabricante europeu não vai desistir, porque tecnicamente a situação não mudou. Continua a ser concorrência desleal e continua a ser um uso indevido da propriedade intelectual. O porta-voz da JLR, Andrew Marsch, disse à Reuters que o processo de patentes é separado. Por outro lado, o design deve ser protegido por direitos autorais, e a LandWind está tentando confundir o consumidor ao vender um carro que se parece com o original, mas que não tem as mesmas qualidades, desempenho, etc. Nem tem o mesmo preço, nem é feito na China.



    Tanto o Jaguar Land Rover como o LandWind podem recorrer da decisão.

    Adicione um comentário do Patente do Range Rover Evoque recusada na China
    Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.